A1BA67D6-B7F5-4EE9-B96E-A3C6C6A729C2TIM banca virtual
99BC25CD-9209-40C8-AC3C-7870EBF636C3

Publicado em 13 de janeiro de 2021

Governo do Rio Grande do Sul entrega dez leitos de UTI para Covid-19 em Osório

O governador do Estado, Eduardo Leite, ao lado da secretária de Saúde Arita Bergmann, esteve nesta quarta-feira no Hospital São Vicente de Paulo em Osório, no Litoral Norte, para a entrega de mais dez leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para atendimento específico de pacientes com suspeita ou diagnóstico confirmado de Covid-19. 

As novas unidades somam-se a outras dez que já estavam à disposição no local. “Estamos comprometidos com o processo de abertura de leitos para garantir que nenhum gaúcho fique sem atendimento. Mas é importante dizer para toda a população: a pandemia não acabou. Então, é preciso esforço de todos para reduzir o contágio e para que esses leitos sejam menos demandados”, disse o governador. 

“Afinal, por mais que façamos um esforço em expansão, há um limite de estrutura física e de recursos humanos. Por isso, precisamos da colaboração da população, ajudando a reduzir contatos para que a gente possa fazer o vírus circular menos”, ressaltou. Também hoje, o governador realizou a entrega de outros dez leitos de UTI adulto SUS no Hospital São Vicente de Paulo, no município de Cruz Alta. Há, ainda, previsão de entrega de mais 80 leitos novos e reativados em Pelotas, Porto Alegre e Canoas. Outros 68 de retaguarda serão abertos na Capital.

Cuidados 

Eduardo Leite foi firme em pedir que a população continue se cuidando. “Ninguém pode abrir mão de se cuidar. Existem limitações de equipamentos e recursos humanos. Então peço que a população siga usando máscaras, álcool gel, e evite aglomerações”, solicitou.

O dirigente afirmou ainda que o governo não descarta aumento das internações de infectados por causa das festas de final de ano, onde apesar dos pedidos, a população não evitou as aglomerações. “Entramos no mês de janeiro com expectativa de um ano de menos dificuldade, mas por menos dificuldades que se tenha, ainda será um ano difícil, porque a pandemia não acabou”, analisou. 

“A gente tem muita expectativa na vacina e que o programa de imunizações possa começar nos próximos dias no Brasil, mas ainda levará um tempo até que haja imunização em volume suficiente para que o vírus circule menos e, assim, nós tenhamos menos demanda nos hospitais. Por isso, continuamos neste esforço de expansão dos leitos de UTI”, destacou Leite. Ele acredita que ainda no primeiro semestre de 2021 1/3 da população seja vacinada.

O município de Osório, pertencente à região de Capão da Canoa, encontra-se na bandeira vermelha. Na região, são 52 leitos de UTI adulto, dos quais 51 são de atendimento SUS e um é privado. No total, 47 estão ocupados. Existem, ainda, 77 leitos clínicos de UTI adulto na região.

No Boletim da 18ª Coordenadoria Regional de Saúde, divulgado no começo da semana, o Centro de Operações de Emergência informou novos dados em relação ao coronavírus no Litoral Norte gaúcho, com a região possuindo 23.931 casos confirmados. Ainda foram registrados oito novos óbitos no final de semana, dois em Capão da Canoa e um em Balneário Pinhal, Cidreira, Imbé, Osório, Santo Antônio da Patrulha e Terra de Areia, chegando ao total de 438 falecimentos desde o início da pandemia em decorrência da Covid-19.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar a sua experiência

Para saber mais sobre os cookies que usamos, consulte nossa política de privacidade.