A1BA67D6-B7F5-4EE9-B96E-A3C6C6A729C2TIM banca virtual
99BC25CD-9209-40C8-AC3C-7870EBF636C3

Publicado em 22 de julho de 2021

SP libera Pfizer para grávidas com 1ª dose da AstraZeneca

O vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), informou em coletiva de imprensa nesta quarta-feira, 21, que as gestantes e puérperas que receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca poderão completar a imunização com a vacina da Pfizer. A aplicação da dose complementar começa na próxima sexta, dia 23. As pessoas elegíveis devem procurar o posto de saúde no prazo descrito na carteira de vacinação.

Rossana Pulcineli, presidente da Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (Sogesp), afirmou que já existem estudos mostrando que a combinação das vacinas da AstraZeneca e Pfizer é segura, eficaz e não causa nenhum efeito adverso importante. "Nesse momento, a mortalidade pela covid é muito superior a qualquer risco teórico relacionado à vacina", disse. Ela reforçou que a vacinação pode ser feita em qualquer idade gestacional e que a aplicação da segunda dose é muito importante para evitar o agravamento da doença.

O governador João Doria não participou da coletiva porque foi infectado pelo coronavírus e cumpre isolamento. Ele apareceu em transmissão ao vivo no início da entrevista. "Eu estou bem, cumprindo a quarentena completamente assintomático e a razão para isso é a vacina. Eu tomei no braço as duas doses da Coronavac. A vacina que me salvou e tem salvo milhões de brasileiros", disse.

Melhora

Garcia informou que o número de novas internações por covid-19 nos últimos sete dias foi o menor desde o início do ano. "Isso é reflexo do avanço da vacinação", disse. A média de novas hospitalizações entre os dias 15 e 21 de julho ficou em 1.403. Apesar da queda, o total de internados ainda é alto e 6.920 pessoas ocupam hoje leitos de UTI em todo o Estado. Até 26 de fevereiro, antes da segunda onda, o número era mais baixo.

O vice-governador também disse que 288 municípios paulistas - 44% do total - não registraram mortes por covid na última semana São Paulo já acumula 3,9 milhões de casos de covid-19 e 135,9 mil mortes em decorrência da doença desde o início da pandemia.

A secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, afirmou que novas medidas de relaxamento da quarentena para o mês de agosto serão divulgadas na próxima semana. Até o dia 31 de julho, todas as restrições permanecerão iguais.

Bolsa do Povo

O pagamento para os beneficiários inscritos no programa Bolsa do Povo, que oferece vale gás e auxílio financeiro a famílias de baixa renda que perderam parentes para a covid, começou nesta quarta-feira. Segundo a secretária estadual de Desenvolvimento Social, Célia Parnes, o vale gás beneficiará 104 mil famílias com três parcelas de R$ 100 pagas a cada dois meses (julho, setembro e novembro).

Já o programa São Paulo Acolhe irá oferecer auxílio financeiro a 15 mil famílias inscritas no Cadastro Único que perderam parentes para a covid-19 e tenham renda mensal de até três salários mínimos. O pagamento será feito em seis parcelas de R$ 300, totalizando R$ 1.800.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar a sua experiência

Para saber mais sobre os cookies que usamos, consulte nossa política de privacidade.